11 de dezembro de 2017

{Resenha} Namorado de Aluguel

Titulo: Namorado de Aluguel
Autora: Kate West
Editora: Verus
Paginas: 250
Sinopse: Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção da sua cabeça. Então quando vê um garoto esperando a irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajuda-la. A tarefa é simples: se passa por namorado dela por duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele, apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas.
E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.
Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de Aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor e possivelmente até a si mesma.

8 de dezembro de 2017

{Resenha} Filha da Floresta

Titulo: Filha da Floresta
Autora: Juliet Marillier
Editora: Butterfly
Paginas: 616
Sinopse: O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos...
Passada no crepúsculo cela da velha Irlanda, quando o mito era lei e a maga uma força da natureza, está é a história de Sorcha, a sétima filha do sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vitimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.

4 de dezembro de 2017

{Tag} Nananão

Oi gente, tudo bem?
No vídeo de hoje eu vou responder a tag Nananão, quem indicou a tag foi a minha amiga Vick... A tag foi criada pelo canal A Booktube Book e traduzida pelo MaremotoTV, vamos lá?

1. Final de livro NANANÃO: Um final que te deixou péssimo, no chão, arrasado, ou que só foi uma bela bosta.

Bom eu pensei em muitos livros para citar aqui, mas um final que me deixou no chão foi do livro Esperança da Suzane Collins, eu amo muito essa serie e consequentemente gosto bastante desse livro, mas não posso negar a infinidade de coisas desnecessárias que ocorreu nesse livro, tornando assim o fim bem decepcionante.









2 de dezembro de 2017

Resultado top comentarista de novembro e top comentarista de dezembro

Oi gente, tudo bem?
Primeiramente me desculpem pela ausência, mas estou de volta e com o resultado do top comentarista do mês de Novembro.
Gostaria de agradecer a todas as pessoas que participaram da promoção, é muito gostoso abrir o blog e ver cada um dos comentários de vocês aqui... e como houve empate entre os seguintes participantes:
Ludyanne Carvalho
Joana Leite
Lili Aragão
Talita Oliveira
Lily Viana Music
Julia Silva
Ana Paula Santos Moreira
Mariana Paiva
Isabela Carvalho
Vitoria Pantielly

Houve um sorteio e o vencedor foi:



Parabéns Julia Silva, muito obrigada pela sua participação, e você tem até 24hs para entrar em contato com o blog através do e-mail alinelilhy@gmail.com

E como o top comentarista continua um sucesso, esse mês, em comemoração ao natal, eu decidi trazer dois livros como prêmios para um único ganhador... Os livros são:



E para participar é bem simples...


Regras para participar do top comentarista:

Residir em território nacional
Seguir o blog Uma Vida Literária em modo publico
Preencher o formulário abaixo para validar sua participação deixando seu e-mail para contato
Serão validos comentários do dia 01/12 à 31/12
Comentar em todos os posts _ ou no maior número de posts possível _ neste período. Os comentários devem ser coerentes, para indicar que você realmente leu o post.


Como funciona:

Será feita uma contagem dos comentários validos de cada participante, ao fim do mês.
Aquele que tiver mais comentários vence o top comentarista
Caso haja empate, será feito sorteio e o vencedor terá até 24 horas para entrar em contato com o blog
O envio do livro será feito em até 60 dias após o resultado
O blog não se responsabiliza pelo extravio do livro e nem por danos causados pelo correio


22 de novembro de 2017

{Resenha} Entre Quatro Paredes

Título: Entre Quatro Paredes
Autor: B. A. Paris
Editora: Record
Gênero: Thriller psicológico, suspense, literatura estrangeira
Páginas: 266
Sinopse: Grace é a esposa perfeita.
Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e a casa. Agora, prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta da sua antiga vida.
Ela é casada com Jack, o marido perfeito.
Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência doméstica e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam por que havia demorado tanto a se casar.
Os dois formam um casal perfeito.
Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe. Também não tem celular, que ela diz ser perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro.
Parece ser o casamento perfeito. Mas, por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende ao telefone de casa? E porque há grades na janela do seu quarto?
Às vezes, o casamento perfeito é a mentira perfeita.

21 de novembro de 2017

{Top 5} Livros desejados

Oi gente, tudo bem?
Com a aproximação da data mais esperada  ano, a famosa Black Friday, eu decidi fazer um post mostrando quais são os livros que mais desejo comprar no momento... espero que gostem ;)



Sorrisos Quebrados - Sofia Silva

Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.









20 de novembro de 2017

{Li até a pagina 100} Nossa Música

Livro: Nossa Música
Autora: Dani Atkins

1. Primeira frase da página 100:
“Porque ele não parava?”

2. Do que se trata o livro?
O livro conta a história de duas mulheres, Ally e Charlotte, que poderiam ter sido grandes amigas, se não tivessem se apaixonado por David, mas se apaixonaram. David, foi ao mesmo tempo o grande amor de Ally e também, sua maior decepção.
Oito anos depois, tudo que Ally quer é seguir sua vida em frente, com sua família e nunca mais ter que encontrar aqueles que foram responsáveis pela sua maior desilusão. Mas o destino faz com que as duas mulheres se reencontrem em um hospital, temendo pela vida de seus maridos.

9 de novembro de 2017

{Tag} Livros únicos

Oi gente, tudo bem?
No post de hoje eu decidi trazer uma tag bem legal que eu vi no blog Adoro um Livro, a tag se chama Livros Únicos e foi criada pelo Vitor Almeida do canal Geek Freak...

1. Um livro único que te deixou querendo mais, ou desejando uma continuação?

Eu sou uma pessoa que ama livros únicos, então foi bem difícil encontrar um livro que se encaixasse nessa pergunta, mas eu acabei escolhendo No Mundo da Luna da autora Carina Rissi, que foi sem dúvida o melhor livro que li da autora, e que mesmo cumprindo muito bem aquilo que ele se propõe a fazer, e que o final seja bastante completo e satisfatório, confesso que fiquei com uma saudade imensa de seus personagens e ficaria muito feliz se pudesse ler pelo menos um conto como continuação da trama.

6 de novembro de 2017

{Resenha} Minha Vida Mora ao Lado

Título: Minha Vida Mora ao Lado
Autora: Huntley Fitzpatrick
Editora: Valentina
Páginas: 320
Gênero: Young Adult
Sinopse: Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e... Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.
Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios?
Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que estaria disposta a sacrificar pela verdade?

Resultado top comentarista de Outubro

Oi gente, tudo bem?
Cada dia que passa eu tenho mais certeza de que tenho os melhores seguidores do mundo, é tão gostoso entrar aqui todo dia e ver cada comentário que vocês deixam aqui, é o que me faz seguir em frente mesmo diante com o sonho de espalhar o amor pela leitura.
Como em todos os meses anteriores houve empate entre alguns participantes...

Lili Aragão 
Isabela Carvalho 
Ludyanne Carvalho 
Michelli Prado 
Lily Viana Music 
Talita Oliveira 
Mariana Paiva
Nayane Evylle

Foi realizado um sorteio e a vencedora foi...



Parabéns Talita Oliveira espero que você aproveite bastante o seu prêmio, e não se esqueça de entrar em contato pelo e-mail alinelilhy@gmail.com no prazo de 24hs...

1 de novembro de 2017

{Resenha} O Ódio que Você Semeia - Angie Thomas

Titulo: O Ódio que Você Semeia
Autora: Angie Thomas
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Sinopse: Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.
Não faça movimentos bruscos.
Deixe sempre as mãos a mostra.
Só fale quando te perguntarem algo.
Seja obediente.
Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto.
Em luto, indignada com a injustiça tão explicita que presenciou e vivendo duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muitos ricos – no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser testemunha deum crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.

Resenha: 

Desde que iniciei minha vida literária sempre acreditei que os livros possuíam um certo poder sobre nossas vidas, poder de mudar e de nos transformar. Claro que com o tempo percebi também que algumas leituras são meros entretenimentos, enquanto outras representam um verdadeiro tapa na cara. Nem preciso dizer onde O Ódio que Você Semeia se encaixa ne? Repleto de lições que merecem ser espalhadas pelo mundo, o livro vem nos mostrar uma realidade que necessita ser modificada.
Starr é uma jovem negra de 16 anos, que desde muito nova aprendeu como se portar diante de um policial, nada de movimentos bruscos, manter as mãos sempre a vista, só falar caso lhe perguntem e ser obediente. Ao ser abordada por um policial, junto com Khalil, seu melhor amigo, ao saírem de uma festa, seu único pensamento é que o garoto também conheça as regras. Mas um movimento brusco e Khalil está morto, e a única testemunha capaz de limpar a imagem que a imprensa pinta do jovem e trazer justiça para a família dele, é Starr. Dividida entre a culpa e o medo, ela vai precisar encontrar sua voz.


“Khalil foi silenciado, mas vamos nos juntar e fazer com que nossas vozes sejam ouvidas em seu nome.” 

Essa é sem dúvida a resenha mais difícil que já fiz para o blog, e por muito tempo eu relutei em faze-la, já que tinha certeza que jamais conseguiria expressar a grandiosidade do livro em palavras. O Ódio que Você Semeia vem como um verdadeiro tapa na cara, não só na minha, mas não de toda a sociedade que insiste em tampar o sol com a peneira e dizer que racismo e a criminalização ao negro não existe. Mesmo que o livro não seja baseado em fatos reais, é impossível não traze-lo para dentro de nossa realidade, afinal de contas quantos jovens negros e periféricos você vê serem assassinados pela polícia no Brasil? E as proporções só aumentam se formos levar em conta todo o mundo. Será que o valor e a índole de uma pessoa é medido unicamente pela cor de sua pele? Será que um jovem negro e periférico tem as mesmas condições e oportunidades de um futuro melhor, que um jovem branco e classe média alta tem? Essas foram algumas das perguntas que eu me peguei pensando ao longo do livro, e foi imensamente triste saber que muitas delas não terão respostas positivas tão cedo.
Gostei bastante da forma como a autora criou e desenvolveu os personagens da trama, principalmente Starr e toda a sua família. Starr é uma personagem forte, cativante e que apesar de carregar uma bagagem emocional extremamente pesada, ela não deixa de ser a jovem que é, mesmo que carregue uma maturidade fora do comum. Enquanto isso sua família é unida, amorosa e totalmente ativista do movimento negro, principalmente seu pai, que roubou meu coração com seus discursos repletos de cultura e amor a sua origem.

“A verdade gera uma sombra na cozinha: pessoas como nos em situações assim viram hastags, mas raramente conseguem ter justiça.” 

Preciso dar os parabéns a Angie Thomas, que soube desenvolver tão bem um tema tão pesado e presente em nossas vidas, o livro tem uma narrativa leve e dinâmica, ainda que seja dotado de uma carga emocional extrema. Confesso que desde o início da trama me senti extremamente emocionada, e por diversos momentos foi difícil segurar as lagrimas, e ainda que eu não tenha presenciado esse tipo de coisa no “quintal’ de casa, foi difícil não me identificar e querer simplesmente pegar Starr no colo até que sua dor passasse.
Terminei o livro com uma sensação de impotência, pois sei que muito do que ali foi relatado continuará acontecendo, e isso faz com que eu me sinta revoltada e ao mesmo tempo enojada, com uma sociedade que insiste em pintar alguém de cidadão de bem ou de mal unicamente pela cor da sua pele. Queria poder ficar aqui falando desse livro por muito mais tempo, mas sinto que em algum momento eu daria um spoiler, então a única coisa que posso dizer é que simplesmente amei a leitura, e que ela me modificou muito. Se eu pudesse espalharia cada palavra desse livro pelo mundo, porque além de maravilhoso, ele é também necessário.

"Engraçado. Os senhores do escravos também achavam que estavam fazendo a diferença na vida dos negros. Que os estavam salvando do ‘jeito selvagem africano’. Mesma merda, século diferente. Eu queria que as pessoas como eles parassem de pensar que gente como eu precisa ser salva.” 

31 de outubro de 2017

{Top 5} Minhas decepções literárias

Oi gente, tudo bem?
Tem coisa mais decepcionante do que começar um livro cheio de expectativas e ele ser uma verdadeira decepção? Acho que não né. Pensando nisso no post de hoje eu decidi trazer para vocês algumas das minhas maiores decepções literárias. Lembrando que esse é um post de opinião pessoal, e que o livro que não funcionou comigo pode na verdade se tornar o seu favorito.
Vamos lá conferir minhas escolhas...

Cidades de Papel

Não dá para falar de decepções literárias sem citar John Green, principalmente quando o livro em questão é Cidades de Papel. Sabe aquele livro que tem tudo para te agradar, mas em algum momento a história se perde e coloca tudo a perder? Pois é, foi exatamente isso que aconteceu aqui, até metade do livro eu tinha a plena certeza de que iria adorar a trama, mas depois da metade a única sensação que tive, foi que o autor começou a girar num mesmo lugar, o livro não parecia render de forma alguma e muitas coisas começaram a se repetir, que acabaram deixando a história bem maçante.

30 de outubro de 2017

Top comentarista de novembro

Oi gente tudo bem?
É com muita alegria que venha anunciar para vocês o Top Comentarias de Novembro.
Como sempre eu tive uma certa dificuldade para escolher qual livro colocar aqui no top comentarista, decidi deixar que novamente vocês escolham. Assim como no mês de setembro, nesse mês vocês terão 3 livros como opção e deverão decidir qual deles gostaria de ganhar caso sejam vencedores do top comentarista. Vale lembrar que ainda será apenas um vencedor e que ele ganhara apenas um livro (a sua escolha, dentro das opções dadas).
No mês de novembro o ganhador poderá escolher entre os seguintes livros:



Gostou do prêmio? Quer participar? Muito simples, basta seguir as regras abaixo: