15 de julho de 2017

{Resenha} Os pés de Carolina

Título: Os Pés de Carolina
Autor: Diego Guerra
Capítulos: 10
Sinopse: “É na Vila do Almirante, no dia 1º de Maio de 1981, que Carolina escreve a primeira carta a sua amada: ‘Querida Dança’. Neste romance epistolar, Diego Guerra escreve a doce história de uma mulher, amante da dança, que por tamanho amor, personifica-a, e endereça a ela diversas cartas, como fonte de único auxílio e socorro em meio ao ambiente conturbado em que vive. Diante ao desemprego de seu paí e as necessidades da família, a dançarina se vê a sacrificar o grande sonho que vive para atender as carências de seus pais. 
Com toques leves e precisos como passos de ballet, Carolina consegue seduzir o leitor e levá-lo a viver esse mundo em sua narrativa.”


Genteeee, estou encantada com este conto, ele é super amorzinho *_*, recomendo a leitura!

12 de julho de 2017

{Resenha} Encrenca

Título: Encrenca
Autora: Non Pratt
Editora: Verus
Paginas: 316
Sinopse: Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que parece não ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma a difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita.
Encrenca é uma historia de dois jovens que estendem a mão um para o outro quando todas as demais pessoas parecem lhes dar as costas. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar seu primeiro melhor amigo de verdade.
Este livro inteligente, por vezes comovente, por vezes engraçado, mostra que crescer pode ser complicado, mas é assim que se descobre o que realmente importa na vida.



Resenha:

Quando recebi Encrenca em cortesia com a editora fiquei extremamente encantada com a capa e a sinopse, mas ao mesmo tempo fiquei com um certo receio do livro não ser exatamente aquilo que eu esperava e assim eu acabar me decepcionando. Porém a única coisa que consegui no decorrer da leitura foi me surpreender a cada capitulo lido.
Hannah tem 15 anos e é considerada a garota mais rodada do colégio, não que isso seja um problema para ela, muito pelo contrário, algumas atitudes da garota dá a entender que ela tem certo orgulho de carregar tal título. Um tanto superficial, ela não chega a ser uma adolescente super problemática, as únicas coisa que parece de fato preocupar sua mãe são suas notas no colégio e o tempo que passa com sua amiga Katie. Mantém uma relação de muito amor com a irmã mais nova Lola, e mesmo que não demonstre tanto, Hannah nutre um grande carinho e respeito pelo padrasto.

Aaron Tyler é novo no colégio, e sua mudança repentina para o colégio no meio do semestre gera vários questionamentos sobre seu passado entre seus colegas de classe. Apesar de ser um garoto bastante reservado, Aaron consegue conquistar algumas “amizades”, mesmo contra sua vontade (já que para ele seria melhor passar as noites de sexta no asilo ao lado de Neville), o garoto acaba saindo com a turma do basquete toda sexta para o parque da cidade, e é lá que ele começa a observar melhor Hannah, e se interessar pelo jeito da garota, e até mesmo se indignar com os comentários que seus amigos soltam sobre a garota.
Hannah é uma personagem extremamente segura de si, mas essa segurança toda vem por água abaixo quando ela se uma grávida. E tudo só piora quando toda escola descobre a gravidez e começa a agir de maneira totalmente leviana com ela, praticando um cruel bullying pela internet. Sozinha e, sem coragem de falar sobre a gravidez até mesmo com o pai do bebê, Hannah só encontra força e apoio em Aaron, que se oferece para ser o pai de seu filho e, assim quem sabe, acabar com as fofocas que circulam da garota por aí.
O livro tem como tema principal a gravidez na adolescência, que ainda é tratada como tabu por muitas pessoas, e ainda traz a questão da mãe solteira, já que Hannah não pode contar em momento algum com a presença do pai de seu bebê. Mesmo se tratando de um assunto relativamente difícil de ser falado, a autora aborda o tema de forma cativante e leve, porém sem deixar a importância do assunto de lado.
Apesar de ser um livro bem adolescente e de eu já ter passado dessa fase a um certo tempo, foi bem fácil me ver cativada pelos personagens e envolvida em seus conflitos pessoais. A maneira como Hannah se sente ao se descobrir grávida acabou realmente mexendo comigo e fazendo eu por diversos momentos querer abraça-la e transmitir um pouco de segurança e afeto, tudo que ela precisava naquela hora.

"No fundo, sempre achei que ia acabar optando por um aborto. Simples.
Na realidade? Não era tão simples."

Um dos fatos que mais me agradou no livro, foi que a autora se preocupou em não fazer uma relação forçada entre seus personagens, muito pelo contrário, no decorrer do livro é possível ver o sentimento entre dois crescendo de forma leve e sem algum tipo de pressão. A amizade que os dois nutre um pelo outro é pura e sincera.

Encrenca não é um livro de muitas surpresas, inclusive achei o personagem escolhido para pai do bebê de Hannah bem previsível, acredito que a autora não quis se arriscar muito e acabar gerando um drama ainda maior, mas esse não foi um fato que chegou a me incomodar. O segredo de Aaron foi o grande mistério do livro e dá até uma certa pena do personagem, pois ele carrega uma imensa culpa de algo que ele infelizmente não poderia mudar.
O livro é narrado todo em primeira pessoa, com a narração sendo intercalada entre os dois personagens principais, o que nos permite ver todos os lados da história e ainda acompanhar de perto todo o crescimento de Hannah e Aaron. Com capítulos pequenos, a história segue num ritmo leve, o que permite um leitura rápida e satisfatória.
Eu não poderia deixar de dar os parabéns à Editora Verus pela edição linda do livro, a capa condiz bem com a história em questão, as paginas são amareladas (amo *_*) e a fonte está num tamanho bem satisfatório.
Apesar de ser um livro adolescente, Encrenca conseguiu me proporcionar momentos super agradáveis no decorrer da leitura, me levando do riso às lágrimas com uma facilidade sem igual, é claro que eu não poderia deixar de super recomendar a leitura.

"Ouço um gritinho que parece um lamento, vindo de algum lugar no quarto, e reconheço que é do meu bebê."

8 de julho de 2017

{Resenha} Sonata em Punk Rock

Título: Sonata em Punk Rock
Autora: Babi Dewet
Editora: Gutenberg
Classificação: 5/5
ISBN: 9788582353899
Sinopse:”Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos.No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar. Em um universo completamente diferente do que estava acostumada, repleto de notas, arpejos, partituras, instrumentos e disciplina, Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock¿n¿roll, mas sim toda a Cidade da Música.”


O que dizer desse livro que me conquistou de cara?! Sonata em Punk Rock conta a história de Valentina, ou Tim. Uma garota de 20 anos que é apaixonada por música e que vive uma vida bem simples com sua mãe.
Tim, mesmo sabendo que não poderia pagar, se inscreveu no processo seletivo para ingressar na Academia Margareth Vilela, uma academia de música, o conservatório mais famoso do Brasil. Para sua surpresa (ou não) ela foi aceita, mas e agora?! Como pagaria?! Sua única saída foi aceitar a ajuda de seu progenitor, um famoso violinista. O pai de Tim não a assumiu quando a mesma nasceu e, devido a isso, a garota o detesta e faz de tudo para não depender dela na academia e evita utilizar seu sobrenome.

4 de julho de 2017

{Resenha} Uma Mulher Livre

Título: Uma Mulher Livre
Autora: Danielle Steel
Editora: Record
Páginas: 294
Classificação: 4/5
*livro cedido em cortesia pela editora
Sinopse: Dos deslumbrantes salões de baile de Manhattan para os horrores da Primeira Guerra Mundial, Danielle Steel nos leva para um mundo fascinante de uma jovem de espírito indomável. Nascida numa vida de luxo e glamour, Annabelle Worthington carrega o sobrenome, e a nobreza, de uma das famílias mais influentes de Nova York. Até que, num dia cinzento de abril, o Titanic afunda, levando junto o seu mundo. Seus pais e irmãos mais velho estavam na viagem inaugural do majestoso navio, e apenas sua mãe sobreviveu. Para tentar confortar seu coração, Annabelle se voluntaria para trabalhar em um hospital, ajudando a cuidar dos enfermos, onde descobre sua verdadeira vocação. E, quando um homem nobre a pede em casamento, ela acredita que, enfim, voltará a ter dias felizes. Porém, novamente, o destino lhe prega uma peça, colocando-a no centro de um escândalo. Para fugir da tristeza que sua se tornou, ela vai para a Europa trabalhar no fort. da Primeira Guerra Mundial, ajudando a salvar os feridos. Na França, no auge do conflito, Annabelle consegue realizar um grande sonho: estudar medicina. O problema é que, mais uma vez, sua fé é colocada a prova, e ela precisará tentar retirar forças de uma grande tragédia se quiser renascer para uma nova vida. Com uma narrativa de tirar o fôlego e repleta de detalhes históricos, Danielle Steel nos apresenta uma de suas personagens mais fascinantes e singulares, e sua historia inspiradora de dignidade, coragem e amor pela vida.

1 de julho de 2017

{Dicas de Filme} Filmes de Suspense

Olá pessoas, para hoje eu trouxe uma lista com cinco filmes de suspense. Espero que gostem!
  • O Garoto Da Casa Ao Lado (2015)

Resultado de imagem
  • Um Olhar Do Paraíso (2009)

Resultado de imagem
  • A Última Casa da Rua (2012)

Resultado top comentarista de Junho e top comentarista de Julho

Oi gente, tudo bem?
É com muita alegria que venho aqui divulgar o resultado do top comentarista do mês de Junho.
Gostaria de agradecer a todas as pessoas que participaram da promoção, é muito gostoso abrir o blog e ver cada um dos comentários de vocês aqui... e como houve empate entre os seguintes participantes:

1. Mariana Paiva
2. Lily Viana Music
3. Laura

Houve um sorteio e o vencedor foi:



Parabéns Mariana Paiva, muito obrigada pela sua participação, e você tem até 48hs para entrar em contato com o blog através do e-mail alinelilhy@gmail.com
E como o top comentarista continua um sucesso, esse mês eu trago para vocês o livro A Guerra que Salvou Minha Vida





E para participar é bem simples...

Regras para participar do top comentarista:

1. Residir em território nacional
2. Seguir o blog Uma Vida Literária em modo publico
3. Preencher o formulário abaixo para validar sua participação deixando seu e-mail para contato
4. Serão validos comentários do dia 01/07 à 31/07
5. Comentar em todos os posts _ ou no maior número de posts possível _ neste período. Os comentários devem ser coerentes, para indicar que você realmente leu o post.

Como funciona:

1. Será feita uma contagem dos comentários validos de cada participante, ao fim do mês.
2. Aquele que tiver mais comentários vence o top comentarista
3. Caso haja empate, será feito sorteio e o vencedor terá até 48 horas para entrar em contato com o blog
4. O envio do livro será feito em até 60 dias após o resultado
5. O blog não se responsabiliza pelo extravio do livro e nem por danos causados pelo correio

28 de junho de 2017

{Tag} Tag dos 50%



Oi gente, tudo bem?
Hoje eu decidi trazer uma tag super bacana que vi lá no blog A Colecionadora de Histórias. O nome da tag é “Tag dos 50%” e consiste em responder 15 perguntas com base nas minhas leituras do primeiro semestre de 2017.




1. O melhor livro que leu até agora em 2017?

Olha confesso que essa é sem dúvida a pergunta mais difícil da tag, porque no primeiro semestre eu tive o prazer de ler livros que se destacaram muito e consequentemente, acabei favoritando vários. Mas um que acabou me surpreendendo bastante foi Prometida da autora Carina Rissi.









2. A melhor continuação que você leu até agora?

Eu não li muitas continuações, mas acredito que mesmo se tivesse lido a escolha ainda seria The Heart of Betrayal, que é o meu favorito dessa maravilhosa trilogia.










3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito?

Minha Vida não tão Perfeita














4. O livro mais aguardado do segundo semestre?

Bom eu não tenho certeza se o livro será lançado no segundo semestre, mas já conto as horas porá poder lê-lo, O Ódio que Você Semeia.












5. O livro que mais te decepcionou até agora?

Com toda certeza foi O Desapego Rebelde do Coração, imagina um bando d personagens imaturos...













6. O livro que mais te surpreendeu até agora?

A Garota no Trem, confesso que mesmo com toda a hype em cima desse livro, eu não esperava muita coisa dele, acabou que fiquei presa na história do início ao fim.










7. Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre ou que você conheceu recentemente)?

Sophie Kinsella, foi uma autora que durante muito tempo relutei para ler qualquer coisa dela, e depois de ler A Procura de Audrey, me pergunto porque não li nada dela antes.


8. A sua quedinha por personagem fictício mais recente?

Olha nessa pergunta eu vou roubar um pouquinho, pois ainda não terminei de ler o livro, mas acredito que nenhum personagem vai superar a imensa queda que estou tendo por Tristan, o protagonista masculino de O Ar que Ele Respira.









9. Seu personagem favorito mais recente?

Essa eu não tenho nem duvida de responder... Com certeza a Lia da trilogia As Crônicas de Amor e Ódio.

10. Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre?

Casos de Família, foi um livro que mexeu totalmente comigo, pois além de se tratar de uma história real, a riqueza de detalhes com que tudo foi escrito é enorme e teve partes que tudo aquilo me perturbou tanto, que até cogitei a possibilidade de abandonar a leitura.









11. Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre?

Quando a Noite Cai, foi sem dúvida o livro mais engraçado até o momento.
 leia aqui










12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora?

Bom esse ano eu ainda não assisti nenhuma adaptação cinematográfica :/

13. Sua melhor resenha desse primeiro semestre:

Com toda certeza foi do livro Quando a Noite Cai

14. O livro mais bonito que comprou ou ganhou esse ano

Em Algum Lugar nas Estrelas













15. Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

Eu gostaria de ler todos da minha meta de leituras, mas sei que é meio impossível no momento, então escolhi 3 que estão na estante a um tempinho e que preciso ler logo.

26 de junho de 2017

{Resenha} Quando a Noite Cai

Título: Quando a Noite Cai
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 448
Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono.
Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para as terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração.
Depois de ser demitida _ pela terceira vez no mês _, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco _ e que talvez em mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar.

Resenha:

“Então, a verdade era esta: eu estava desempregada, prestes a ver minha família ser jogada na rua e apaixonada por uma fantasia.”

Que eu sou fã de carteirinha da Carina Rissi todos já sabem né, a autor parece ter descoberto a fórmula certa para escrever chick-lits de sucesso, pois todos em minha humilde opinião são dignos de 5 estrelas. Afinal de contas ela é minha autora favorita do mundo todo. E depois de esse tempo de espera por Quando a Noite Cai posso dizer que mais uma vez Carina superou todas as expectativas.
Nesse livro nós vamos conhecer Briana Pinheiro, uma jovem de 23 anos que após a morte do pai batalha para manter a pensão da família, onde vive com sua mãe e sua irmã mais nova. Mas com o seu constante azar, a jovem não consegue permanecer em emprego nenhum por mais de 5 dias, e está sempre se envolvendo nas mais hilárias e constrangedoras situações. E como se nada disso bastasse, desde que completou 18 anos, Briana sonha todas as noites com um guerreiro irlandês chamado Lorcan O’Connor.

“Não me atrevi a mover um musculo, apenas inspirava e expirava, ciente de que as mãos dele estavam em meu rosto, nossos olhares travados, que aquele laço entro nos se encurtou ainda mais, nos enredando um ao outro até quase não haver espaço algum.”

Após voltar de mais uma tentativa desastrosa de conseguir um emprego, Briana acaba conhecendo Gael, que após quase atropelá-la lhe oferece uma vaga de trabalho como sua assistente. Tudo seria perfeito, se além de ser um homem coberto de mistérios, Gael não fosse literalmente a cara do guerreiro irlandês que habita os sonhos de nossa protagonista. Com o passar do tempo e com a convivência entre os personagens cada vez mais intima, Briana passa a confundir realidade com fantasia, e consequentemente seus sentimentos.
Depois de devorar o livro em pouco mais de dois dias, e passar semanas revivendo essa história dentro de mim, acredito que finalmente poderei dizer um pouco sobre as diversas emoções que senti ao ler Quando a Noite Cai. Confesso que fazer resenha dos livros da Carina sempre foi um eterno desafio para mim, pois por mais que eu me dedique na hora de escrever, sempre sinto que faltou alguma coisa. Mas prometo que farei o possível para que minhas palavras façam jus a esse livro incrível.

“Essa é a diferença entre fantasia e realidade: a vida te frustra a todo instante enquanto a fantasia te entorpece com suaves doses de falsas esperanças.”

Desde quando a Carina anunciou que vinha trabalhando em um livro com um personagem irlandês, minhas expectativas foram lá em cima, e eu não podia deixar de ficar ansiosa com o dia que poderia enfim colocar as mãos no livro. Hoje posso finalmente dizer que cada segundo de espera valeu a pena, Carina conseguiu criar uma história incrível do início ao fim, onde todas as suas pontas estão emaranhadas, fazendo com que Quando a Noite Cai se torne ainda mais espetacular.
Quando a Noite Cai é mais um livro clichê, que gira em torno do amor capaz de superar tudo, mas não se engane pensando que só por isso ele se torna mais um livro “mais do mesmo”, porque não é isso que acontece. O livro é repleto de romantismo, fantasia, humor e até mesmo uma pitada de drama, capaz de me fazer sentir o coração desesperar e até deixar algumas lagrimas cair, tudo isso unido com a dose certa de reviravoltas, o que deixa o leitor ansioso com o próximo capitulo.
O livro é narrado em primeira pessoa, e tem sua narrativa intercalada entre o passado _ com a discrição dos sonhos da protagonista _ e o presente. E isso faz com que o leitor devore o livro na ânsia de descobrir até que ponto passado e presente, fantasia e realidade estão conectadas.

“Eu não posso perder você. E também não posso ter você, inferno. Isso está me enlouquecendo.”

Eu não sei o que dizer dos personagens da Carina, a não ser que eles são reais. Briana é uma jovem de personalidade forte, que erra, tropeça, ama, sonha, cai e levanta a cada dia com o desejo de dar o seu melhor, assim como inúmeras mulheres no nosso dia a dia. Enquanto Gael é um homem misterioso, com um passado triste, e que vai descobrir em Briana uma nova chance para a vida. É incrível como no decorrer do livro eles se transformam, e mesmo assim não perdem a essência.
Eu fiquei realmente encantada com esse livro, o romance que envolve os personagens é realmente apaixonante e totalmente palpável. Com uma mescla de fantasia e realidade, Quando a Noite Cai chegou por diversas vezes me tirar o folego. Final do livro é completo e sem nenhuma ponta solta, mas o gostinho de quero mais é inegável.
Enfim, Carina Rissi conseguiu fazer com que eu me apaixonasse ainda mais por sua escrita (se é que isso ainda é possível) e claro que eu não poderia deixar de recomendar que leiam essa história maravilhosa, e que se deixe arrebatar por esse lindo romance que une Briana e Gael.

“Eu já estive morto, Briana. E você me lembra a todo instante por que é tão bom ainda estar vivo.”


24 de junho de 2017

{Dicas de Filme} Filmes de Romance

Olá pessoas! Que tal passar o fim de semana assistindo alguns filmes?! Hoje trouxe para vocês uma listinha com cinco filmes de romance, espero que gostem!
  • Romeu + Julieta (1996)
Resultado de imagem para Romeu + Julieta
  • Doce Novembro (2001)
Resultado de imagem
  • 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999)

23 de junho de 2017

{Playlist da semana} Músicas românticas

Oi gente, tudo bem?
Bom aproveitando que ainda estamos no mês dos namorados decidi trazer uma playlist recheada de musicas românticas para curtir ao lado da pessoa amada... Espero que gostem...

Matheus & Kaun - Amor sem medida



AnaVitória ft. Tiago Iorg - Trevo (Tu)


Thiaguinho - Ainda bem


Dilsinho - Cansei de farra


Ed Sheeran - How would you feel





20 de junho de 2017

{Tag} Festa junina literária

Oi gente, tudo bem?
No post de hoje eu trago para vocês uma tag super bacana que eu vi no blog Diário dos Livros, a tag se chama Festa Junina Literária e consiste em responder 9 perguntas relacionadas a itens presentes em uma festa junina e relacioná-los a livros...
Espero que gostem...

Livro canjica - Um livro que você devorou

A Garota no Trem foi um livro que demorou para me conquistar, mas depois que isso aconteceu cheguei a perder o sono tamanha curiosidade para descobrir o fim.











Livro quentão - Um livro hot que te esquentou do inicio ao fim

Confesso que não sou de ler muitos livros hots, e na verdade acredito que nenhum chegou a "esquentar" do inicio ao fim, mas um que gostei bastante foi e sem duvida foi o melhor que li ate o momento é Peça-me o Que Quiser












Livro correio elegante - Um livro amorzinho que indicaria para todo mundo

Sem dúvida indicaria A Procura de Audrey. Esse livro é tão amorzinho... Por favor leiam...













Livro pescaria - Um livro que imaginou que não iria gostar, mas ele te fisgou

Esse livro foi uma surpresa incrível, pois ele tem tudo aquilo que vire e mexe eu vivo fugindo, e no final ele acabou se tornando um dos meus favoritos.












Livro milho cozido - Um livro que não leria de novo, uma vez já basta

Sem dúvida nenhuma Toda Sua, eu tinha tantas expectativas com esse livro, que me senti extremamente decepcionada quando percebi que ele não atenderia nenhuma.












Livro pé-de-moleque - Um livro que foi difícil chegar ao fim

Louca por Você foi um livro que me me fez ficar completamente entediada durante a leitura, pois em nenhum momento eu me senti apegada a nenhum personagem, na verdade de certa forma irritante...













Livro bandeirinha - Um livro modinha que você teve que ler

Li exclusivamente para fazer resenha para o blog, acabou que gostei tanto que sinto até vontade de reler...















Livro quadrilha - Uma saga/trilogia que você ama

Não importa quantas sagas eu leia, Harry Potter sempre será o dono absoluto do meu coração.








Livro maça-do-amor - Um livro bem açucarado

Por mais que eu já tenha muitos romances doces, acredito que nenhum vai superar a melação de Crepúsculo.













Bom é isso... Espero que tenham gostado :)






17 de junho de 2017

{Resenha} A Noiva do Capitão

Título: A Noiva do Capitão
Título original: When a Scot Ties the Knot
Série: Castles Ever After
Autora: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582354162
Ano: 2017
Páginas: 256
Sinopse:Madeline possui muitas habilidades preciosas: é uma excelente desenhista, escreve cartas como ninguém e tem uma criatividade fora do comum. Mas se tem algo em que ela nunca consegue obter sucesso, por mais que tente, é em se sentir confortável quando está cercada por muitas pessoas… Chega a lhe faltar o ar! Um baile para ser apresentada à Sociedade é o sonho de muitas garotas em idade para casar, mas é o pesadelo de Maddie.
E, para escapar dessa obrigação, a jovem cria um suposto noivo: um capitão escocês. Ela coloca todo o seu amor em cartas destinadas ao querido – e imaginário – Capitão Logan MacKenzie e convence toda a sua família de que estão profunda e verdadeiramente apaixonados.Maddie só não imaginava que o Capitão “MacFajuto” iria aparecer à sua porta, mais lindo do que ela descrevia em suas cartas apaixonadas e pronto para cobrar tudo o que ela lhe prometeu.

Maddie é uma jovem de 16 anos que, para fugir do baile de debutantes por ter problemas de timidez , inventa um namorado chamado Logan MacKenzie. A protagonista mente para a família dizendo ter um namorado e passa a escrever cartas para o mesmo, porém como ele não existe a personagem envia as cartas para um endereço escolhido aleatoriamente. Nelas, Maddie, escreve tudo o que acontece em seu dia a dia, como se fosse um diário.

14 de junho de 2017

{Li até a página 100} Quando a Noite Cai

Livro: Quando a Noite Cai
Autora: Carina Rissi
Páginas: 447

Primeira frase da página 100?

“Eu suspiro me levantando, e contorno a cadeira até estar diante dela”

Do que se trata o livro?

O livro vai contar a história de Briana Pinheiro, uma jovem que não consegue trabalhar mais do que 5 dias em um único emprego, tudo isso por causa da imensa falta de sorte que tem, sempre que está por perto ela é capaz de causar os mais terríveis e hilários acidentes.
Como se sua falta de sorte não bastasse, Briana sonha todos os dias com um guerreiro irlandês, mas ela nunca esteve na Irlanda e nem conhece o jovem que habita seus sonhos, então como explicar que há exatos 5 anos esses sonhos insistem em se repetir dia após dia?
Quando finalmente reúne coragem e esperança de sair em busca de um novo emprego, Briana acaba conhecendo Gael O’Connor, um irlandês de poucas palavras, que além de lhe oferecer um novo emprego, ainda é a cópia perfeita do guerreiro irlandês que habita seus sonhos.

10 de junho de 2017

{Resenha} Tudo e Todas as Coisas


Título: Tudo e Todas as Coisas
Autor(a): Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Classificação: ✩✩✩✩✩

Sinopse: "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."



Bom, a única coisa que faço desde que terminei o livro é, além de falar para todos meus amigos lerem, é me perguntar porque não havia lido ele antes. Vamos à resenha!!!
O livro conta a história de Madeline, ou Mad, uma garota de 18 anos que nuca, nunquinha mesmo, saiu de casa. Desde pequena a protagonista foi diagnosticada com IDCG, um imunodeficiência grave, conhecida também como a doença do "Bebê na Bolha". Qualquer coisa pode matar Madeline e, por isso, tudo que entra em sua casa é muito bem embalado - para que nada de fora entre e contamine as coisas -, a personagem não vai à escola mas tem aulas virtuais diariamente e, posso garantir, lê muito.

5 de junho de 2017

Resultado top comentarista de Maio e top comentarista de Junho

Oi gente, tudo bem?
Primeiramente me desculpem pela ausência, mas estou de volta e com o resultado do top comentarista do mês de Maio.
Gostaria de agradecer a todas as pessoas que participaram da promoção, é muito gostoso abrir o blog e ver cada um dos comentários de vocês aqui... e como houve empate entre os seguintes participantes:

1. Adriana Holanda Tavares
2. Suzana Cariri
3. Aline Goettems
4. Mariete Antonello
5. Nayara Borges
6. Atraentemente Evandro
7. Felipe Noites
8. Lily Viana Music
9. Heroica Lima

Houve um sorteio e o vencedor foi:


Parabéns Nayara Borges, muito obrigada pela sua participação, e você tem até 48hs para entrar em contato com o blog através do e-mailalinelilhy@gmail.com
E como o top comentarista continua um sucesso, esse mês, em comemoração ao dia dos namorados eu trago para vocês dois romances bem fofinhos Anjos à MesaAgua para Elefantes


E para participar é bem simples...

Regras para participar do top comentarista:

Residir em território nacional
Seguir o blog Uma Vida Literária em modo publico
Preencher o formulário abaixo para validar sua participação deixando seu e-mail para contato
Serão validos comentários do dia 05/06 à 30/06
Comentar em todos os posts _ ou no maior número de posts possível _ neste período. Os comentários devem ser coerentes, para indicar que você realmente leu o post.

Como funciona:

Será feita uma contagem dos comentários validos de cada participante, ao fim do mês.
Aquele que tiver mais comentários vence o top comentarista
Caso haja empate, será feito sorteio e o vencedor terá até 48 horas para entrar em contato com o blog
O envio do livro será feito em até 60 dias após o resultado
O blog não se responsabiliza pelo extravio do livro e nem por danos causados pelo correio

3 de junho de 2017

{Resenha} Uni-Duni-Tê


Título: Uni-duni-tê
Autor(a):  M. J. Arlidge
Editora: Rercord
Páginas: 322
Classificação: ☆☆☆☆
Ano: 2016

Sinopse: “Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer. Só um deverá sobreviver. Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram.”


_____________________________________________________________________________
Só um pode sobreviver.
A frase acima é um ótimo resumo do livro todo, sim, apenas quatro palavrinhas resumem um livro ,ou pelo menos, a trama de um livro de 322 páginas!
Comecei o livro com a expectativa lá embaixo porque, ultimamente, não estou dando sorte com novas histórias, elas sempre me decepcionam, mas esse livro me deu um tapa na cara e me surpreendeu muito, se você já assistiu a Jogos Mortais vai amar o livro!
Bom, no começo do livro temos um casal jovem que está voltando de um show e está pedindo carona na estrada. Uma mulher para uma van e lhes oferece carona e café, a partir daí tudo começa. Esse casal acorda no fundo de uma piscina – sem água-  perto deles há uma pistola e um celular quase sem bateria e é por esse aparelho que a sequestradora faz contato com as vítimas, a mensagem é “curta e grossa” : alguém tem que morrer, apenas uma vítima pode sair viva.

24 de maio de 2017

{Tag} Como Leio?

Oi gente, tudo bem?
No post de hoje eu decidi trazer uma tag super bacana para vocês,  espero que gostem...


1) Como você descobre novos livros para ler?

Geralmente por blogs que sigo, amigos e claro o Skoob...

2) Como você entrou nesse mundo da leitura?


Na verdade nem eu mesma sei muito bem, pois em casa eu sou a unica que tem esse gosto pela leitura... Acredito que tenha começado na escola, onde havia um grande incentivo por parte dos professores.

16 de maio de 2017

{Resenha} Em Busca das Borboletas

Título: Em Busca das Borboletas - Volume I
Autora: Margarida Pizarro
Editora: Chiado
Gênero: Romance
Ano: 2014
Páginas: 444
Maria Mendes, é uma luso-americana apaixonada por moda que decide mudar-se para Nova York em busca dos seus sonhos.
Inseparável das suas melhores amigas Joan e Alicia, Maria vive uma amizade com laços profundos impossíveis de ser quebrados, onde as suas vidas entrelaçam-se em momentos lindos e hilariantes.
O seu mundo aparentemente perfeito e de paz é alterado quando conhece o sexy e irresistível futuro candidato a Mayor, Dale Sloan. Sem conseguirem evitar, apaixonam-se perdidamente vivendo uma intensa história de amor.
Mas as diferenças entre os seus mundos podem ameaçar a sua felicidade, manchando com dúvidas o futuro a dois que eles tanto ansiavam viver. Será que o amor vence todas as barreiras?
Um romance que nos faz entrar, ao mesmo tempo, no mundo mágico da moda e na realidade viciante da política americana.Alegria, drama, ação, suspense, diversão, paixão e muito amor numa história mágica que nos leva a rir e a chorar.

10 de maio de 2017

Livros que quero ler ainda esse ano...

Oi pessoal, tudo bem?
Estamos ainda em março e a minha lista de leituras já deu aquela embolada, o que antes era apenas uma lista de 50 livros para ler, praticamente dobrou de quantidade. E sabe aquela promessa de não participar de nenhum desafio esse ano? Pois é, foi por água a baixo. Mas até que eu estou indo relativamente bem, já consegui cumprir alguns desafios propostos e o meu ritmo de leitura está bem satisfatório. Contudo, algumas metas que me propus cumprir esse ano, já se mostraram um verdadeiro fiasco. Mas como dizia minha mãe, o segredo é não desanimar.
E como eu adoro criar metas, que nem sempre consigo cumprir, no post de hoje eu trouxe para vocês uma listinha de 4 livros que pretendo ler ainda esse semestre. Agora sem enrolação, vamos conhecer os livros escolhidos?

Juntando os Pedaços

Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.





Toda Luz que Não Podemos Ver

Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.
Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.
Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em Toda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.

The Beauty of Darkness

A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.
Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. 
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.

A Lua de Mel

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.