14 de agosto de 2017

{Resenha} A Menina dos Olhos Molhados

Título: A Menina dos Olhos Molhados
Autora: Marina Carvalho
Editora: Globo Alt
Páginas: 296
Sinopse: Bernardo é jornalista por vocação: curiosos, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha a anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela _ a nova estagiaria do jornal _ para todos os lugares é como um inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiaria, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo.


Resenha:

"É a segunda vez na vida que encontro uma garota com esse tipo de olhar."

Em A Menina dos Olhos Molhados nos somos apresentados a mesma história do livro Azul da Cor do Mar, porém agora a trama será narrada por Bernardo.
Bernardo é um jornalista investigativo de um dos maiores jornais de Minas Gerais, o Folha de Minas, e acaba de receber a missão de ser mentor de uma estagiaria incrivelmente atrapalhada, a Rafaela. Se por um lado temos um jornalista conceituado, dedicado a profissão e sem paciência nenhuma para ser “babá” de uma estagiaria com pose de patricinha e totalmente propensa a acidentes. Do outro, nos temos Rafaela, cabeça dura, com respostas afiadas na ponta da língua e disposta a tudo para mostrar todo o seu valor dentro da profissão que escolheu. Pronto ta aí a formula da bomba atômica.

"As pessoas costumam me achar frio porque, em nome da notícia, não temo encarar situação alguma. Mas só eu sei como me abala constatar que crianças, que deveriam estar na escola ou jogando videogame com os amigos, são usadas pelo tráfico sem que ninguém possa fazer nada a respeito."
Bom, preciso deixar claro que o livro é muito mais do que um simples romance. Durante toda a historia podemos acompanhar o dia-a-dia de nossos personagens dentro do jornal, e até mesmo algumas referencias a crimes que tiveram grande repercussão por todo país. Outro ponto que gostei bastante foi que a autora nos apresentou um pouco do passado do protagonista, que além de garantir que a trama não fique com aquele gosto de mais do mesmo, afinal de contas se trata do mesmo enredo narrado por personagens diferentes, ela acaba também nos permitindo entender o porquê de Bernardo ter se tornado uma pessoa de certa forma fria e que insiste em fugir dos seus próprios sentimentos...
Apesar da atração evidente entre os personagens desde o inicio do livro, o romance entre eles acontece de forma sutil, o que para mim foi bem bacana, apesar do envolvimento entre os dois não me convencer muito. Bernardo é por diversas vezes grosso com a Rafa, e por mais que eu entenda o lado dele e a necessidade que ele sente de deixar seus sentimentos escondidos, e até mesmo não conseguir entender o que ele próprio esta sentindo, eu não consegui ver paixão, na verdade eu achei bem difícil ver a Rafa apaixonada por ele, já que a menina era por diversas vezes oprimida pelo rapaz.

"Mas, acima de tudo, quero, como jornalista, apresentar a realidade tal como ela é, para que a sociedade - quem sabe? - resolva tomar partido e pare de encontrar desculpas para não se envolver."
Algo que acabou me irritando um pouco foi à quantidade infinita de vezes que os personagens acabam discutindo ao longo da trama, tornando o livro em alguns momentos cansativo de acompanhar. E foi exatamente isso que acabou prejudicando o romance entre os dois na minha humilde opinião, já que eles não desenvolvem uma relação de amizade nem mesmo dentro do trabalho, já que em 80% do livro Bernardo tá mais preocupado em ser um completo ogro sem noção.
O ponto alto do livro é sem dúvida o ambiente de trabalho dos personagens, dá pra sentir que a autora se dedicou fazendo uma pesquisa sobre o jornalismo investigativo, e até mesmo na hora de relacionar alguns crimes do livro com crimes que de fato ocorreu, ainda que ela tenha mudado alguns detalhes ao citá-los.
O final do livro eu achei bem previsível, o que não chega a ser um ponto negativo, só acredito que de repente a autora poderia ter explorado um pouco melhor o final, e quem sabe surpreender sem sair do clichê.
A trama do livro é agradável, o que acaba funcionando bem pra quem quer uma leitura leve, engraçada e com um toque sutil de drama. Enfim, impossível não recomendar.

"Como o ser humano me decepciona ás vezes! A palavra "confiança" esta ficando cada vez mais rara, e isso é muito triste, Será que o tal "amor verdadeiro" é agora artigo em extinção."

18 comentários:

  1. Parabéns pela resenha, adoro tramas com personagens que demoram à se render aos seus sentimentos... Supercuriosa pra saber como essa estória vai terminar, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei capa, é muito linda e bem desenhada!
    A sinopse me chamou atenção, sou doida por romances então acho que lerei em breve. Gosto quando o casal vai ser formando de forma mais leve.

    ResponderExcluir
  3. Não tinha visto resenha desse livro ainda. Não gosto quando o personagem masculino "oprime" a personagem, mocinha. Não sei se irei gostar do casal se de ler situações grosseiras como essa, apesar de saber que acontecem muito. Adoro jornalismo investigativo, e gostei muito a inserção dos crimes na história.

    ResponderExcluir
  4. Essa capa é super linda!
    Ainda não li nada da Marina, e gostei de saber um pouco mais sobre este livro. Ainda mais por saber que é mais do que um simples romance.
    Já gostei de Bernardo e Rafaela somente por esta resenha; e pelo visto Rafaela é aquela personagem super decidida. Muitas brigas dá vontade de jogar o livro longe ao mesmo tempo que torço para que deixem de besteira e fiquem justos.
    Gostei da indicação, os quotes são lindos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Não li aquela outro livro e quando esse foi lançado achei até interessante ter uma visão do garoto narrando a história. Deve ser legal. Mas vi algumas reclamações com ele me deixaram meio pé atrás. Aí só lendo os dois pra entender mesmo.
    Ao meu ver parece uma boa trama. Não ser um simples romance, acompanhar bastante do dia-a-dia dos personagens lá no jornal e ter essa ideia melhor do personagem vale a pena. Se não acaba ficando mais do mesmo é bom. Talvez o que tenha visto de reclamação possa ser relacionado a essas partes cansativas da trama que falou, de brigas e a infinidade disso... quem sabe né? É um livro que tem seus problemas mas também parece ser bom de ler, então não sei muito bem o que esperar mas no geral ele parece interessante. Acho que iria gostar.

    ResponderExcluir
  6. Olá !!
    Nunca li nada da autora e nem conhecia esse livro mas gostei.
    Gosto muito de romances onde ocorre uma certa antipatia entre o casal só espero que o mocinho não seja muito opressor e agressivo.
    Obrigada pela indicação !
    Bj

    ResponderExcluir
  7. A descrição do Bernardo me fez lembrar do personagem Evandro da série Sob pressão. Eu leria o livro, parece ser bom!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conhecia o livro, e tenho o outro livro na estante, então adorei saber que tem a mesma historia em outra visão.Realmente parece ser aquele tipo de livro leve, um romance bom para aproveitar o tempo. A capa é linda♥

    ResponderExcluir
  9. Oi! O livro não chamou minha atenção (já que não sou muito fã do romance), e eu provavelmente iria me irritar muito com o casal brigando praticamente o tempo inteiro. Mas que bom que nesse livro a autora falou um pouco do passado do protagonista, fazendo com que ele se diferencie do anterior, apesar de ser a mesma história. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Já li outros livros dessa autora e gostei muito, porém esse não me chamou atenção, porque detesto essas briguinhas de casal, acho que não leria, mesmo com as ressalvas que você fez.

    ResponderExcluir
  11. Vou ser sincera, não gosto muito de quando o casal mais briga do que faz qualquer outra coisa, para mim é quase sempre difícil engolir um romance em que as duas pessoas se conhecem e o santo já não bate, ainda não li nenhum livro da autora, mas estou com esse no meu Kindle e quem sabe eu finalmente não leio.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bom?
    Tem pouco tempo que li Azul da cor do mar, eu gostei do livro, mas como você bem disse é complicado quando temos um casal que briga muito, também achei uma coisa que o Bernardo faz com a Rafa muito infantil, fugir não é a solução.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito quando os personagens vão criando um romance leve e aos pouco e a premissa do livro me chamou muita atenção. Como eu amo romance é um livro que eu irei ler algum dia desses, com certeza. A capa é linda e cheia de detalhes.
    Gostei de sua resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Quando teve o lançamento desse livro, fiquei bem curiosa pela trama e além do mas não tinha lido nenhuma resenha dele até agora. A história é bem envolvente, tem um pequeno romance a ser desenvolvido, espero ler ele em algum momento.

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente esse romance é muito sem açucar, onde a gente fica esperando algo novo acontecer, mas não acontece. E quando menos espera chega o final do livro. O tìtulo do livro também não contribui com a història na minha opinião.

    ResponderExcluir
  16. Eu DETESTEI a Rafaela e Bernardo kkkkkkkk
    Li o Azul da cor do mar, e só não parei, porque não gosto de desistir de livros.
    Mas, gente, que casal chatinho e briguento eu achei!
    Não lerei Menina dos olhos molhados não, e nem o terceiro que a autora disse que terá.
    Apesar de capas lindas, achei a história muito sem graça com personagens chatonildos ao extremo kkkkkkkk desculpe falar isso, é que não gostei mesmo! kkkkk
    bjss

    ResponderExcluir
  17. Oi Aline ;)
    Li Azul da Cor do Mar e adorei demais o livro... na verdade a Marina é uma das minhas autoras favoritas da literatura nacional!
    Ainda não tive a chance de ler Menina dos olhos molhados, mas fiquei com muita vontade de saber tudo sob o ponto de vista do Bernardo!
    Realmente as brigas constantes deles as vezes atrasam a leitura, mas ainda assim gostei do livro e indicaria sim.
    Adorei sua resenha, parabéns ;)
    Bjos

    ResponderExcluir